Texto: Série Alanis – Capítulo 3 // Terrance

“Prezado Terrance, eu te amo muito.Você não tem sido nada além de um coração aberto, emocionalmente útil, encorajador e educativo. E esteve lá de maneira total para mim. Eu continuava te atraindo e te afastando pra longe. Eu me lembro como foi lindo adormecer no seu sofá. E chorar na sua frente pela primeira vez. Você foi a melhor plataforma da qual pulei para além de mim mesma. O que havia de errado comigo?”


Como isso acontece... e sinceramente acho que aqui não caberiam muitas palavras! Algumas vezes já me perguntei isso também: “Cara, porque não me apaixono por esse guri?! Ele é de Deus demais, querido pra caramba, um doce, canta, toca, me faz rir, é um super amigo, bonito demais...E o pior é quando esse cara dos sonhos é completamente apaixonado pela menina que sempre se pergunta “porque não sinto nada?”. Confesso que essa é uma situação que não entendo e acho que nunca entenderei. Nesse caso prefiro ficar descansando o coração na certeza de que se nada acontece, apesar de se ter na frente um Terrance com seu lindo coração super aberto, é única e simplesmente por não ser, definitivamente, plano ou tempo de Deus!
As situações desse tipo que presenciei sempre foram entre pessoas que tem vida com Deus de verdade saca? O que me faz crer que realmente Deus estava no controle de tudo, preservando um e ensinando outro! Mas, apesar disso, estou convencida que não sei muito bem como explicar isso! Talvez seja algo da vida... O que sei é que em tudo podemos encontrar Deus. Basta querermos! O que me preocupa nesse caso, é a menina der repente, se aproveitar do fato de ter um Terrance aos seus pés! Vocês já viram aquelas pessoas que insistem manter os fãs? Não quer nada com o cara e fica lá, dando corda, fazendo charminho, criando situações...

Na minha opinião isso é um descontrole emocional! Sei que é ótimo ter alguém apaixonado por você (e como!), porém que nesses casos usemos o nosso bom senso e principalmente nosso amor ao próximo! Não fique oferecendo o que você não dará só pra ter alguém correndo atrás de você! Vá até Deus, sonde o profundo do seu coração e entenda o porque tanta questão de manter esse joguinho de “eu te dou bola e você corre atrás de mim, mas não quero nada com você”! Talvez exista alguma carência, alguma necessidade de afirmação, algum desejo de ser amada meio desajustado... Ore pra que Deus supra seu coração e o alinhe na vontade dele. Preserve o Terrance que talvez “esteja de maneira total” pra você. 

Talvez tudo seja uma questão de tempo de Deus e em um futuro próximo seus olhos o enxerguem da maneira romântica. Enquanto isso trate-o como irmão. Você fica iludindo seu irmão?! Espero que não!! Esse foi um conselho de Paulo a Timóteo: Trate as moças com toda pureza, como se fossem suas irmãs. Esse é meu conselho pra vocês:Tratem os moços (mesmo que eles sejam Terrances “caídos de amor” por vocês) com toda pureza, como se fossem seus irmãos.Não roube um coração que não é seu. É bem isso. Pegar o que não é seu é roubo (certo?) e roubo é pecado (concorda?). Não estou falando que se alguém gosta de você e você não sente nada é pecado, mas que você ficar incentivando esse sentimento dele sem querer estabelecer um compromisso de amor, santidade, relacionamento, servidão, fidelidade, casamento (...) com ele sim.

Se isso acontecer com você não se culpe. Não fique desesperada pensando no que existe de errado em você por não se apaixonar. Corra pra Cristo e descubra nele uma maneira de alinhar seu coração. Não permita que descontroles sentimentais a transforme numa oportunista, por mais que a oportunidade venha de alguém que a ame, que se doe integralmente pra você, a encoraja, a aceita, a ensina e permite que você adormeça em seu sofá e a veja chorar pela primeira vez. Zele pelo coração dos meninos a sua volta! Com suas atitudes, roupas, palavras...


Nenhum comentário:

Postar um comentário

© Nome do seu Blog - 2016 | Todos os direitos reservados.
Desenvolvimento por: Jaque Design | Tecnologia do Blogger.
imagem-logo